A dietalowcarb é um dos métodos nutricionais mais utilizados por quem quer emagrecer nos dias de hoje, pois restringe o consumo de carboidrato ruim e por isso, especialistas consideram que o método tambémpode ser usado por pacientes com diabetes tipo 2.

A principal forma de tratar o diabetes tipo 2é equilibrando a alimentação. A dieta lowcarb prioriza proteína, legumes, verduras e fibras e restringe o consumo de carboidratos a 45% do total das calorias ingeridas diariamente. Nos casos da verylowcarb ou cetogênica, a restrição é ainda maior, caindo para 26% do total de calorias provenientes de carboidratos. Por isso, a dieta lowcarb passou a ser utilizada no cardápio de diabéticos por ser uma boa opção para regular o açúcar.

Benefícios da lowcarb: redução de peso, da glicemia e dos triglicerídeos.

Contudo, porém, alguns cuidados são necessários:

1 – Antes de recomendá-la, o médico precisa conhecer o histórico do paciente e cuidar para que o plano alimentar seja individualizado;

2 – Ao fazer as substituições de carboidrato ruim, priorize alimentos ricos em fibras e integrais em lugar de gordura saturada e animal para evitar o aumento do colesterol LDL que traz alto risco cardiovascular.

Texto selecionado e revisado por geriatra e gerontólogo.

Fonte: Metropoles